Telemóvel: 917600071
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Total Produtos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Fisiologia do Sono

 
 
 
 
 
 
 

fisiologia do sono

 

 
 
O que ocorre durante o sono?
Quando adormecemos o nosso corpo inicia um processo de reparação e regeneração celular vital.

Alguns destes processos são:
  • Reparação das células danificadas durante o dia
  • Estimulação do sistema imunitário
  • Recuperação das atividades do dia
  • Recarregar o coração e o sistema cardiovascular para o dia seguinte

É sabida a importância de dormir bem e todos sabemos qual é a sensação de nos sentirmos revitalizados depois de uma noite bem dormida e a sensação de cansaço depois de dormirmos mal. No entanto, apesar de sabermos isto, na sociedade em que vivemos acabamos muitas vezes por não dormir as horas que necessárias para que o nosso corpo realize todas as funções que necessita.
 
 
 
 
 
 

ENTENDER O CICLO DO SONO

 

 
 
Um elemento indispensável para que o sono seja saudável é o correto desenvolvimento das suas fases e ciclos.

O sono é composto por quatro fases, as três primeiras fazem parte do sono não REM e podem durar entre 5 e 15 minutos.

O sono NREM é composto por 3 estágios:

Estágio 1: quando os seus olhos estão fechados, mas ainda é fácil acordar
Estágio 2: quando está em sono leve. Enquanto se prepara para o sono profundo, a sua frequência cardíaca diminui e a temperatura do corpo diminui.
Estágio 3: considerado o estágio do sono profundo. É mais difícil acordar neste momento e, se alguém o acordar, ficará mais desorientado.


O sono REM é composto pelo:

Estágio 4: O sono REM normalmente ocorre 90 minutos após adormecer e é o estágio do sono no qual sonhamos. O cérebro está mais ativo e a frequência cardíaca e respiração aceleram. Os adultos podem passar cerca de 20% do sono no estágio REM, enquanto os bébés podem passar cerca de 50% do sono nesse estágio.

REM significa Movimento Rápido dos Olhos e NREM significa Movimento Não Rápido dos Olhos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
O sono não REM ocorre primeiro, seguido pelo sono REM e o ciclo recomeça.

Em cada ciclo os tempos que permanecemos nas fases Não REM e fase REM variam, a permanência em REM aumenta em ciclos sucessivos.

Se durante a noite são interrompidos várias vezes os ciclos REM e NREM seja por ressonar, por ter dificuldades em respirar ou por despertar frequentemente durante a noite, impediremos os processos vitais de regeneração do nosso organismo, afetando negativamente a nossa saúde a curto e longo prazo.

As diferenças que há em cada fase do sono encontramo-las principalmente na atividade cerebral da pessoa. Por exemplo, as ondas cerebrais são mais lentas em fases profundas do sono como a 3 e 4. Em troca, na fase REM, apesar de ser um sono profundo, a atividade cerebral assemelha-se ao estado de vigília, nesta fase é quando sonhamos.

Tanto o estágio REM (Movimento Rápido dos Olhos) quanto o NREM (Movimento Não Rápido dos Olhos) são fases importantes no sono e servem para diferentes funções em seu corpo.
O sono REM, que é quando o sonho ocorre, ajuda a mente a processar emoções, memórias e angústia e é vital para estimular o cérebro.

O NREM representa 75-80% do sono total a cada noite. Muitos dos benefícios de saúde do sono ocorrem durante o NREM, como crescimento e reparação de tecidos. Além disso, a energia é restaurada e as hormonas importantes para o crescimento e desenvolvimento são libertadas.

Dormir é uma necessidade vital, mas se estas horas de sono não são efetivas de nada servirá estar oito horas na cama.
 
 
 
 
 
 

O QUE ACONTECE SE NÃO DORMIRMOS O SUFICIENTE

 

 
 
Se não dormirmos bem durante a noite, passando pelas fases REM e não REM, podemos apresentar:

• Alterações de humor, irritabilidade, depressão e sonolência
• Lentidão na capacidade de reacção, perda de memória, falta de atenção.
• Desejo de ingerir alimentos ricos em gorduras e açúcar que podem conduzir a um aumento de peso.